Depoimento de uma Leonina: Paula Vieira

Image

Olá Maior do Estado, até minha estreia no campo muita coisa se passou…

 Tenho uma família enorme e apaixonada por futebol, como nem tudo é perfeito os meus tios optaram todos pelo outro lado do futebol cearense, sendo assim, minha casa é a única tricolor da família, meu avô, único homem da casa, influenciou todas as sete mulheres a paixão tricolor, então desde que me lembro sou torcedora do Fortaleza Esporte Clube!

Em uma das tradicionais brincadeiras de amigo secreto de fim de ano na escola ganhei meu primeiro manto sagrado e foi com ele que aos 10 anos em 2002 comemorei na sala de casa o acesso a serie A, inesquecível pra qualquer coração tricolor! Em 2003 todos os meus tios iam ao jogo FEC x Corinthians e claro que eles iam pra torcer pelo time paulista. Eu e minha prima não poderíamos perder a oportunidade de ir ao estádio pela primeira vez, mesmo indo pra torcida rival, nos submetemos a essa ‘’tortura’’ e lá fomos nós, o jogo pelo que eu lembro não foi muito bom pra o Fortaleza acho que perdermos de 2 x 1, mas a TUF fez AQUELA festa e eu assisti tudo do outro lado, vi cada detalhe e não podia dar em outra coisa, foi paixão na certa. Desde então carrego meu Leão querido no peito.

 Sem contar às vezes que tietei o Maisena. Ele frequentava em alguns domingos a mesma igreja que eu, eu achava o máximo e dizia pra TODO MUNDO que o Maizena era da mesma igreja que eu, era meu orgulho na época rsrsrsrs

Meu avô, não sei se pela idade, não tem mais animo pra ir ao estádio, minha família foi sempre muito conservadora e eu não podia sair sozinha, nem com amigos… de maneira alguma, ir ao estádio com todo o perigo que a mídia alarma? Jamais, só me liberavam se fosse com os meus tios, como me recusava a ir pro lado alvinegro tinha que me conformar com a TV ou rádio, mas sempre fui muito determinada e nos anos seguintes não deixaria barato os anos que me deixaram fora dos estádios. Paralelo a minha paixão pelo FEC outra paixão cresceu em mim – a dança – o ballet é um dos grandes amores da minha vida, não sei expressar como amo e o que eu sinto quando danço.

Jamais imaginei ser uma líder de torcida, um dia vagando pelo velho Orkut achei o perfil das Leoninas, como eu fazia ballet achei que poderia dar certo e ser útil para o grupo. No começo tive receio de me inscrever, mas graças ao apoio da minha irmã enviei minhas fotos, fui aos ensaios e não pude ficar por conta das aulas. Quando deu uma aliviada na faculdade voltei aos ensaios e minha estréia foi no emocionante FEC x CRB, haja coração.

Hoje entro em campo com muito orgulho, representar essa paixão é um enorme prazer. O FEC me proporciona momentos de emoção indescritíveis, me deu amizades pra vida toda e me faz muito FELIZ. Por isso carrego ele sempre no peito e o manto sempre na pele, seja no estádio, em uma manifestação em Brasília, onde for, onde meu coração estiver, o Fortaleza estará!

3 Comentários

Belo depoimento, grande exemplo de amor ao clube.

Uhuum! Essa é a minha irmã! meu orgulho!!

Belas e sábias palavras!! Como toda mulher da família, amante do futebol!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: